quinta-feira

Lutador e foragidos de Alcaçuz são presos por morte de PM em Natal

Um lutador profissional de muay thai e três foragidos da penitenciária de Alcaçuz são os responsáveis pela morte de um policial militar durante um assalto a uma joalheria em Natal.
O crime aconteceu em janeiro. O lutador foi preso na quarta (8) em Belém, no Pará, e os dois fugitivos presos na madrugada desta quinta (9) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. O quarto suspeito, que também é fugitivo de Alcaçuz, continua sendo procurado.
Os detalhes da prisão foram apresentados à imprensa durante uma coletiva realizada nesta manhã pela delegada Danielle Filgueira, titular da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos (Defur).
A operação foi batizada de 'Covardia', já que o policial foi morto com tiros disparados pelas costas. "Não exisitia nome mais apropriado", ressaltou a delegada.
Ainda durante a coletiva, a delegada afirmou que o lutador preso, identificado como Ednaldo Moura do Nascimento 
Neto, tem mais de 20 lutas. "Ele foi preso em uma academia de Belém. Já estava tentando seguir normalmente a vida”, destacou. “Ele sabia que se tratava de um policial. No vídeo, quando o PM se aproxima, ele o chama e diz que está acontecendo uma confusão na loja. Empurra o policial e covardemente o mata pelas costas”, acrescentou Danielle.
Os outros dois homens, presos em São Gonçalo do Amarante, são Thiago Balbino da Fonseca e Jesus Alisson Cavalcanti Pereira, que fugiram da Penitenciária Estadual de Alcaçuz durante as rebeliões ocorridas em janeiro. O quarto suspeito também fugiu de Alcaçuz em janeiro. Chama-se Francisco Danilo Nunes Aquino.
Com Jesus Alisson foi encontrada a arma do policial. “Durante o crime, não satisfeitos em matar, eles ainda roubaram a arma do policial”, relatou a delegada. Com Thiago foram encontrados grampos usados para furar pneus de carros.

Fonte: G1

Nenhum comentário: