domingo

Mulher é presa Após efetuar disparo de espingarda no rosto de ex-companheiro em Paraú, no RN

De acordo com informações o caso foi registrado na noite de ontem sexta-feira, 03 de Março, o comandante do destacamento da cidade, o cab Silva informou a nossa reportagem que a vítima teria ido por várias vezes até a casa da dona Josefa, e o mesmo estaria passando dos limites. Já não suportando mais a mulher efetuou um único disparo de arma de fogo, usando uma espingarda que tinha dentro de casa.
A polícia militar foi chamada e ela acabou sendo detida pela autoridade policial presente na ocorrência. Josefa Maria teria separado do atual companheiro e manteve relação conjugal com Reimario por mais ou menos dois meses. Não dando mais certo a vida amorosa com Reimario, Josefa decidiu por bem se separar. Dias foram se passando e de acordo com informações, Josefa teria voltado para o seu atual companheiro, o qual convive com ele até hoje.
A vítima alvejada, não ficou satisfeita com a decisão de Josefa e decidiu atormentar a sua vida, lhe ameaçando, segundo informou a PM. Josefa só não imaginava que após conviver dois meses com Reimario e após a separação, iria dar problemas no futuro e ela teria sua vida atormentada por ele. Os dias foram se passando e Reimario começou a agir, perturbando a vida da pescadora, que era sua ex­-companheira, Reimario vinha a algum tempo querendo arrumar confusão com a pescadora e por diversas vezes ela acionou a polícia militar da cidade, o Cabo Silva manteve vários patrulhamentos para localizar o suspeito, que tirava o sossego da pescadora. "Essa confusão não vem de agora... Já faz um bom
Reimario só não sabia que ele poderia se dar mal, ao ir até a casa da pescadora e chutar o portão. Ela já cheia das "arrumações" do ex-­companheiro, resolveu pegar sua espingarda e efetuou um disparo contra ele, que foi alvejado na região do rosto. Ele saiu ensanguentado e pedindo socorro. A polícia foi ao local e deu voz de prisão a pescadora.
Segundo a polícia, ela foi atuada por porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. Já a vítima alvejada por disparo efetuado pela pescadora, foi levada ao hospital e transferida para o Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos, na cidade do Assú.
Ao receber voz de prisão, Josefa Maria foi conduzida pela polícia até a delegacia de plantão da cidade de Patu. Ela foi apresentada a autoridade policial de plantão e liberada. Segundo a PM, o motivo da liberação teria sido devido ela ser réu primária, mas, foi intimada a comparecer na delegacia municipal de Campo Grande, na próxima segunda-feira, 06 de Março.

Fonte: Focoelho

Nenhum comentário: