quarta-feira

Conheça 18 lideranças políticas que venderam apoio a Henrique Alves em 2014

A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte (MPF-RN) na manhã desta quarta-feira 21 contra alvos da Operação Manus, deflagrada no último dia 6 de junho pela Polícia Federal no RN e que prendeu o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves (PMDB), diz que o ex-deputado comprou apoio de 18 lideranças políticas para sua campanha ao Governo do Estado em 2014.

De acordo com o documento, disponibilizado no site do MPF e que contém 88 páginas, nomes importantes da política de Natal e do interior do Estado foram pagos para apoiar o candidato peemedebista ao cargo de governador nas últimas eleições, entre eles o ex-deputado estadual Cláudio Porpino, o filho do ex-senador Geraldo Melo, Jerônimo Melo, e o atual prefeito de Caicó, Batata.
Porpino, ainda segundo a denúncia do MPF, teria recebido R$ 10 mil para apoiar Henrique. No seu caso, os repasses foram feitos em duas parcelas de R$ 5 mil. A primeira ocorreu no dia 24 de julho em nome da sua mãe, Maria Célia Pessoa Porpino, e a segunda no dia 10 de outubro, no seu próprio nome.
Jerônimo Melo, por sua vez, recebeu R$ 40 mil. Assim como no caso anterior, os repasses foram feitos em duas oportunidades: a primeira no dia 15 de outubro no valor de R$ 30 mil, e a segunda em 27 de outubro no valor de R$ 10 mil. Robson de Araújo (Batata), atual prefeito de Caicó, foi beneficiado com R$ 20 mil, pago em parcela única no dia 10 de outubro.
Além dos três nomes citados, outras 15 lideranças políticas também foram acusadas pelo Ministério Público Federal de participarem do esquema de apoio político, como por exemplo Nelson Filho (ex-prefeito de Jucurutu); o vereador de Caicó Raimundo Inácio Lobão; o prefeito de Ielmo Marinho, Cassio Cavalcante Castro; e Clemenceau Alves, primo de Henrique e ex-prefeito de Angicos.

Veja abaixo todos os nomes apontados pelo MPF como ‘vendedores’ de apoio político à Henrique em 2014:

- Alexandre Dantas Medeiros (Boboca), ex-prefeito de Carnaúba dos Dantas – R$ 13 mil
- Ana Karla Cartaxo, esposa do ex-prefeito e atual vereador de Nova Cruz, 
Flavio Azevedo – R$ 18 mil
- Cassio Cavalcante de Castro, prefeito de Ielmo Marinho – R$ 10 mil
- Cesar Martiniano Lopes, ex-assessor do presidente da Câmara de Touros, Diego Cavalcante – R$ 25 mil
- Cláudio Porpino, ex-deputado estadual, e Maria Célia Porpino, mãe de Cláudio – R$ 10 mil
- Clamenceau Alves, primo de Henrique, ex-prefeito de Angicos – R$ 20 mil
- Edmilson Inácio (Nilsinho), ex-prefeito de Tibau do Sul – R$ 10 mil
- Hélia Lima dos Santos, candidata a deputada federal em 2014 – R$ 20 mil
- Ivonaldo Medeiros, ex-vereador de Currais Novos – R$ 22 mil
- Jerônimo Melo, ex-secretário de Semsur de Natal e filho de Geraldo Melo – R$ 40 mil
- José Wilton Xavier, ex-prefeito de São Bento do Trairi – R$ 10,8 mil
- Nelson Queiroz Filho, ex-prefeito de Jucurutu e filho do deputado Nelter Queiroz – R$ 23 mil
- Nivaldo Varela Bacurau, candidato a vereador de Natal, e seu filho, Bacurau Filho – R$ 27,5 mil
- Flávio Vieira Veras, ex-prefeito de Macau – R$ 15 mil
- Raimundo Inácio Filho (Lobão), vereador de Caicó – R$ 30 mil
- Robson de Araújo (Batata), prefeito de Caicó – R$ 20 mil
- Valmir José da Costa, ex-prefeito de Tibau do Sul – R$ 10,8 mil
- William Moura da Costa, ex-vereador de São José do Campestre – R$ 17,8 mil

A íntegra da denúncia do MPF divulgada nesta quarta-feira 21 pode ser conferida AQUI.

Fonte: Agora RN

Nenhum comentário: