sábado

Prefeito da UERN Hiroito Falcão é morto durante assalto dentro de sua casa no Abolição II em Mossoró, RN

Um crime de latrocínio (roubo seguido de morte), foi registrado pela Polícia Militar, por volta das 13h35min deste sábado 03 de junho de 2017, na Rua Antônio Cirilino, por trás do Hotel Thermas no Conjunto Abolição II em Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte.
A vítima, o funcionário da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), que era prefeito da instituição, Hiroito Gonçalves Falcão, foi assassinado com um disparo de arma de fogo na região da cabeça, durante um assalto dentro de sua residência.
Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, que foi acionada para o local, três criminosos, chegaram a pé e renderam o filho de uma enfermeira que cuida de uma pessoa doente na casa.
O Jovem, segundo a polícia chegou em uma moto Biz para pegar sua mãe, quando foi rendido pelo bandidos. Quando o portão da casa foi aberto para que o jovem entrasse, os criminosos invadiram a residência e levaram a família para dentro de um quarto, para depois promoverem o arrastão.
Heroito que estava em um dos quartos da casa e quando abriu a porta foi alvejado com o disparo e morreu instantaneamente. Os três criminosos fugiram levando a moto Biz. Segundo testemunha, havia um quarto bandido dando apoio a ação criminosa, e que ficou na esquina da rua a espera dos comparsas.
O perito criminal do ITEP, Renildo Marcelo conversou com os jornalistas e disse, que pela situação encontrada por sua equipe dentro da casa é possivelmente que houve luta corporal entre a vítima e os criminosos.
Toda ação dos bandidos foi gravada por câmeras de circuito interno da casa e que poderá ajudar a Polícia Civil a elucidar o caso. Segundo o delegado de plantão Dr. Evandro Araújo o caso será investigado inicialmente como latrocínio que é o roubo seguido de morte, cujo inquérito será conduzido pela Delegacia de Furtos e Roubos (DEFUR), sob o comando do Dr. Luiz Fernando.
Após os procedimentos realizados no local pela equipe do ITEP, o corpo do prefeito da UERN foi removido para o setor de medicina legal do ITEP onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.
Com a morte do servidor público da UERN registrada neste sábado (03), a cidade de Mossoró passa a contabilizar 113 assassinatos neste ano de 2017.

Fonte: Santana Notícias

Nenhum comentário: